Terça-feira, 07 de Julho de 2020 Sinduscon MG
ÁREA DO ASSOCIADO | Sair
04/03/2015

Vendas de imóveis crescem em Belo Horizonte em 2014, mas velocidade de venda cai

O mercado imobiliário de Belo Horizonte fechou 2014 com incremento de 26,09% nas vendas em relação ao ano anterior, saindo de 2.434 para 3.069 unidades residenciais comercializadas. O número de lançamentos também registrou alta, de 33,98%, saindo de 2.778 apartamentos novos em 2013 para 3.722 no ano passado. Contudo, mesmo com esses números positivos, o indicador de Velocidade de Vendas, que registra o dinamismo na comercialização de imóveis, apresentou redução de 1,56 ponto percentual, passando de 9,25% na média do ano 2013 para 7,69% na média do ano 2014.

“O menor ritmo da Velocidade de Vendas é justificado pelo incremento da oferta. Com o crescimento de lançamentos superior ao das vendas, o estoque registrou elevação e, portanto, contribuiu para reduzir o dinamismo da comercialização”, explica o vice-presidente da Área Imobiliária do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Lucas Guerra Martins. De acordo com a pesquisa, a oferta de apartamentos novos passou de 2.268 unidades em dezembro de 2013 para 3.303 unidades em dezembro de 2014, uma alta de 45,63%.

Em 2014, a venda de imóveis com preços de R$ 250 mil a R$ 500 mil foi o destaque, com incremento de 143,73% em relação ao ano anterior, subindo de 766 para 1.867 unidades. Entretanto, houve recuo de 21,34% na comercialização de imóveis com valores até R$ 250 mil e uma retração de 38,11% na venda de apartamentos novos com preços acima de R$ 500 mil.

A faixa de imóveis entre R$ 250 mil e R$ 500 mil também foi a que apresentou crescimento no volume de lançamentos em 2014 na comparação com 2013, com variação positiva de 187%. Já no segmento de apartamentos até R$ 250 mil ocorreu redução de 10,34% enquanto na faixa de imóveis acima de R$ 500 mil o recuo nas unidades lançadas chegou a 51,27% na mesma base de comparação.

No ano passado, o Valor Global de Vendas (VGV) dos 3.069 apartamentos abrangidos pela pesquisa foi de R$1,274 bilhão, o que corresponde a uma alta de 18,3% em relação ao ano 2013, quando totalizou R$1,077 bilhão, referente à comercialização de 2.434 unidades.

A Pesquisa

A pesquisa Construção e Comercialização de Imóveis é realizada mensalmente pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG) e divulgada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). Os dados são levantados junto a um grupo de cerca de 60 empresas de Construção em Belo Horizonte e é referente à comercialização de apartamentos novos.

Assessoria de Comunicação do Sinduscon-MG

Jornalistas: Néllie Branco e Bruno Carvalho
Contatos: (31) 3253-2681 e (31) 3253-2684
04 de março/2015