Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020 Sinduscon MG
ÁREA DO ASSOCIADO | Sair
20/03/2014

Venda de apartamentos novos em Belo Horizonte cresce 6,82% em janeiro

Em janeiro, os apartamentos novos com valores entre R$ 250 mil e R$ 500 mil foram o destaque do mercado imobiliário de Belo Horizonte. No primeiro mês de 2014, a venda nesse segmento cresceu 54,41% em relação a dezembro de 2013. Isso contribuiu para o desempenho geral das vendas, que apresentou alta de 6,82% no período, fechando em 188 unidades comercializadas no grupo de empresas que faz parte da pesquisa Construção e Comercialização de Imóveis, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG) e divulgada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). 

Na faixa de unidades com valores acima de R$ 500 mil também ocorreu incremento significativo nas vendas, alta 19,35% na comparação entre janeiro de 2014 e dezembro de 2013. A única faixa de valores que registrou queda no período foi a de imóveis com preços entre R$100 mil e R$250 mil, retração de 40,26%. 

“Essa queda na comercialização de apartamentos entre R$ 100 mil e R$ 250 mil pode ter sido pontual. Deve-se lembrar de que essa faixa de valor foi a que registrou o maior número de unidades vendidas em 2013”, pondera o vice-presidente da Área Imobiliária do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Lucas Guerra Martins. 

Ao todo, o número de unidades comercializadas passou de 176, em dezembro, para 188, em janeiro. A Velocidade de Vendas aumentou 1,03 ponto percentual na mesma base de comparação, chegando a 8,23% no primeiro mês do ano. Em janeiro, não houve lançamentos por parte das empresas participantes da pesquisa. 

Na comparação entre janeiro de 2014 e o mesmo mês do ano passado, a comercialização de apartamentos novos também apresentou alta significativa, 82,52%, passando de 103 para 188 unidades. A Velocidade de Vendas apresentou alta de 2,39 pontos percentuais, passando de 5,84% para 8,23%. O bom desempenho do mercado neste começo de ano contribuiu para que o Valor Global de Vendas (VGV) chegasse aos R$81,82 milhões em janeiro, crescimento de 15,78% frente aos R$70,67 milhões apurados em igual mês de 2013. 

“O incremento nas vendas de apartamentos em janeiro, um mês que é considerado menos ativo devido à sazonalidade, reforça a análise de que os fundamentos para o mercado imobiliário permanecem fortes, com demanda em potencial e expansão de crédito. Por isso, as perspectivas são promissoras para 2014 e também para os próximos anos”, reforça Lucas Martins. 

Estoque de imóveis 

Em janeiro, o estoque de apartamentos novos reduziu 7,58% em relação ao mês anterior. Os bairros que tinham mais unidades disponíveis no primeiro mês do ano eram Buritis (366), Antônio de Abreu (285), Santa Amélia (181), Castelo (133), e Funcionários (132). 

A Pesquisa

 

A pesquisa Construção e Comercialização de Imóveis é realizada mensalmente pela fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG) e divulgada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). Os dados são levantados junto a um grupo de cerca de 100 empresas de Construção em Belo Horizonte e é referente à comercialização de apartamentos novos.

Caso seja associado ao Sinduscon-MG, clique aqui e tenha acesso à integra da pesquisa.

Assessoria de Comunicação do Sinduscon-MG
Jornalistas: Néllie Branco e Bruno Carvalho
Contatos: (31) 3253-2681 e (31) 3253-2684
20 de março/2014