Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021 Sinduscon MG
ÁREA DO ASSOCIADO | Sair
02/09/2016

Empresários debatem perspectivas de negócios no Fórum Sinduscon-MG da Construção Civil

Cerca de 350 empresários e gestores participaram do Fórum (Gladyston Rodrigues/Sinduscon-MG)Na última terça-feira, cerca de 350 empresários e gestores de empresas da cadeia da Construção em Minas Gerais participaram do Fórum Sinduscon-MG da Construção Civil. O evento, com o tema “O Desafio da Retomada” foi realizado pelo Sinduscon-MG Jovem e debateu as tendências e possibilidades de novos negócios nos próximos anos.  O Fórum Sinduscon-MG da Construção Civil 2016 teve o patrocínio da Amanco e do Pasi e aconteceu no The One Business, em Belo Horizonte.


Presidente do Sinduscon-MG Jovem, Daniel Katz (Gladyston Rodrigues/Sinduscon-MG)Na cerimônia de abertura, o presidente do Sinduscon-MG Jovem, Daniel Katz, abordou a conjuntura econômica e política e destacou que medidas devem ser tomadas para que o setor produtivo volte a crescer e impulsionar o desenvolvimento do País.


Carlos Terepins (Gladyston Rodrigues/Sinduscon-MG)Na palestra de abertura, o vice-presidente comercial do Vivareal, João Paulo Galvão, números da demanda do mercado imobiliário nacional e em seguida o fundador da Even Construtora, Carlos Eduardo Terepins, ministrou a palestra “Aspectos e Considerações sobre o Mercado Imobiliário Residencial”. O empresário advertiu para a necessidade de uma base de dados confiáveis sobre o mercado imobiliário brasileiro para que as tomadas de decisões das empresas possam ser mais precisas.


Carlos Martins, da Kinea Investimentos (Gladyston Rodrigues/Sinduscon-MG)Em seguida, o sócio-fundador da Kinea Investimentos, Carlos Martins, na palestra “Fundos de Investimentos Imobiliários”, ressaltou que o objetivo de empresas modernas deve o de aprimorar parcerias, monitorar e mostrar resultados para a empresa, clientes e investidores. O executivo também falou dos prós e contras de se associar a um fundo imobiliário, mas afirmou: “Se depender da poupança para o financiamento, o mercado imobiliário não vai ter crescimentos sustentado. É preciso exercitar o mercado de capitais”.


Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central (Gladyston Rodrigues/Sinduscon-MG)Já a apresentação de encerramento foi proferida pelo ex-presidente do Banco Central e sócio da Rio Bravo Investimentos, Gustavo Franco. O economista apresentou um panorama da economia brasileira nos últimos anos destacando a séria situação fiscal. “O Brasil está em dominância fiscal sem ter tido nenhuma crise bancária”, afirmou o Gustavo Franco.


Clique aqui e veja as fotos do evento.