Notícias

Home / Notícias / Sinduscon-MG e Semad firmam cooperação para criação de sistema on-line de licenciamento ambiental

O objetivo é atender nove unidades do interior de Minas - Imagem: Reprodução
Sinduscon-MG e Semad firmam cooperação para criação de sistema on-line de licenciamento ambiental

O Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG) em parceria com a Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) assinaram, no final de agosto, um Termo de Cooperação Técnica. O objetivo é que as entidades desenvolvam em conjunto um sistema de agendamento eletrônico para o atendimento das demandas das Superintendências Regionais de Meio Ambiente (Suprams).

O desenvolvimento do programa e o treinamento dos profissionais envolvidos no processo serão de responsabilidade do Sinduscon-MG.

A ideia é atender nove regionais localizadas no interior para promover a eficiência de atos autorizativos como licenças ambientais, outorgas pelo uso da água, além de outras intervenções do segmento. Até o final deste ano, o sistema será implantado nas Suprams do Triângulo (na cidade de Uberlândia), Alto São Francisco (Divinópolis) e Central (Belo Horizonte).

“É só o início do que vejo com uma ampla parceria. Já temos pessoas pensando propostas para a área ambiental do Governo”, afirmou o presidente do Sinduscon-MG, Andre de Sousa Lima Campos.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Jairo José Isaac, e o presidente do Sinduscon, André Campos, assinaram Termo de Cooperação - Imagem: Emerson Gomes/Semad

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Jairo José Isaac, e o presidente do Sinduscon, André Campos, assinaram Termo de Cooperação – Imagem: Emerson Gomes/Semad

Mais parcerias – Nesta semana, o Sinduscon-MG também assinou, durante o Minascon 2017, considerado o maior evento unificado da construção, um Protocolo de Intenções com o Sistema Fiemg e a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). A ideia é estabelecer a cooperação institucional entre as entidades para diversos projetos de grande importância para o setor, dentre eles, o “Sistema de Gerenciamento on-line de licenciamento ambiental”, o “Alvará na Hora”, que aperfeiçoa o prazo de concessão de um alvará de construção de seis meses para até sete dias, e o “Banco de Terras”, que se propõe a unir os interesses do construtor que vai escavar com o construtor que precisa aterrar. Uma medida que evita que a terra vá para o aterro ou destinação inadequada, otimiza custos e reduz o impacto ambiental.

 

Votar: