Notícias

Home / Notícias / Lajes treliçadas

Lajes treliçadas

Sistema substitui o produto convencional em obras residenciais e comerciais, tanto verticais quanto horizontais Construtores estão sempre em busca de novidades que assegurem sua sobrevivência no mercado e tragam vantagens competitivas aos seus produtos. Atenta a esse movimento, a indústria de pré-fabricados desenvolve um amplo leque de soluções e uma de suas inovações são as lajes treliçadas, que podem substituir as lajes tradicionais, com vantagens como a economia no gasto com materiais. “Sugerimos a substituição porque a laje treliçada permite a economia ao construir e a redução da quantidade de formas de madeira e de vigas e pilares usados nessa etapa da construção”, diz Moacir Santos Batista, engenheiro técnico da Sistrel, fabricante do produto. De acordo com o diretor comercial da empresa, Alan Ferreira, a economia gerada com o uso das lajes treliçadas é de 5% a 10%, na comparação com o custo de execução de uma laje convencional. Segundo ele, o cálculo é feito com base nos gastos demandados pela laje acabada mais os custos da estrutura de apoio – vigas, pilares e fundação. Outra vantagem do novo produto, conforme Moacir Santos Batista, é a qualidade superior em relação à laje convencional. “A laje comum não tem estrutura monolítica, nem aderência perfeita e seus vãos geralmente não ultrapassam cinco metros. Além disso, é muito mais pesada que a treliçada, apresenta qualidade de acabamento inferior e quando mal projetada pode apresentar trincas”, argumenta. Alan Ferreira informa que na Sistrel os preços do metro quadrado da laje treliçada variam entre R$ 18 e R$ 24, em função do custo do frete e da armadura adicional adaptada dentro da viga treliçada do sistema. “Essa armadura é calculada de acordo com as cargas que deverão ser suportadas pela laje e também com a sua dimensão”, explica. A rapidez de instalação de execução, garante o diretor comercial da Sistrel, é outra característica do produto. “A viga treliçada é mais prática de ser manuseada. Além de ser mais leve, tem pontos de içamento manual.” Segundo Moacir Santos Batista, a laje treliçada pode ser usada em obras residenciais e comerciais, tanto horizontais, quanto verticalizadas. “Mas é importante que seja projetada por profissional habilitado, que também oriente e acompanhe a execução da obra”, alerta.

Votar: