Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020 Sinduscon MG
ÁREA DO ASSOCIADO | Sair
24/05/2015

Construindo uma indústria sustentável

Autor: Jorge Luiz Oliveira de Almeida

Nos últimos anos, poucos setores incorporaram e investiram tanto em sustentabilidade quanto o da Construção Civil. Essa conduta está alinhada a uma nova cultura dos consumidores, que estão buscando se relacionar com organizações ambientalmente e socialmente responsáveis.

Na Construção Civil, a adoção de soluções sustentáveis começa ainda na idealização dos empreendimentos, que têm focado na harmonia e equidade entre o verde e os espaços edificados. Tal preocupação se reflete nos projetos, que seguem diretrizes com vista à eficiência e uso racional dos recursos.

Dessa forma, as melhores práticas podem reduzir em até 90% a geração de resíduos em um empreendimento, possibilitando a reutilização e a reciclagem dos materiais. Também é preciso lembrar os investimentos realizados na logística de descarte correto dos resíduos, conforme preconiza o Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

Igualmente importantes foram os avanços na indústria de materiais de construção, que formataram os seus produtos nas dimensões e características demandas pelas construtoras, fato que praticamente eliminou os cortes e sobras de materiais no canteiro de obras.

Mas é na utilização durante a vida útil das edificações que as novas tecnologias se mostram ainda mais essenciais. Estudos técnicos apontam que empreendimentos sustentáveis podem gerar para o usuário uma economia em torno de 30% em energia e outros 50% no consumo de água.

Dentre as soluções adotadas estão tanques para captação de água de reuso para equipamentos sanitários e jardins, melhor aproveitamento das conduções naturais de luz e conforto térmico e painéis solares.

O mais importante é que a evolução na construção verde não está restrita a grandes e luxuosos empreendimentos. Projetos comerciais e residenciais de todos os padrões estão adotando soluções sustentáveis. Inclusive, em algumas localidades as unidades do Minha Casa, Minha Vida contam com painéis solares.

Neste processo de desenvolvimento da Indústria da Construção ao longo dos anos, o Sinduscon-MG vem atuando como agente fomentador. Uma das iniciativas de sucesso é o Congresso Sinduscon-MG de Materiais, Tecnologia e Sustentabilidade na Construção.

Neste ano, o evento vai reunir profissionais e pesquisadores reconhecidos nacionalmente em um painel dedicado exclusivamente a debater desempenho e sustentabilidade na Construção.

Em pauta estarão as diretrizes da NBR 15.575 Edificações Habitacionais-Desempenho, norma que a própria Indústria da Construção, com importante colaboração do Sinduscon-MG, ajudou a formatar e que, desde 2013, estabelece padrões mínimos de desempenho para os novos prédios residenciais.

Os temas abordados serão a geração de indicadores de desempenho ambiental nos canteiros de obra, acústica nas esquadrias, uso do BIM no planejamento e controle de obra, além do desempenho dos revestimentos cerâmicos.

O 14º Congresso Sinduscon-MG de Materiais, Tecnologia e Sustentabilidade na Construção conta ainda com um painel direcionado à relação do setor da Construção com as concessionárias e órgãos afins. O evento acontece nos dias 24 e 25 de junho, no Expominas, dentro da programação do Minascon/Construir Minas 2015.

Por meio dessas e outras iniciativas, o Sinduscon-MG aproveita o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado dia 5 de junho, para reafirmar o seu compromisso em seguir trabalhando e disseminando boas práticas na Construção Civil.

* Jorge Luiz Oliveira de Almeida é vice-presidente de Comunicação Social do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG).

Publicado em 24/05/2015 no jornal Estado de Minas - BH (Lugar Certo)